Óleo de Coco: quais os cuidados que devemos ter ao usá-lo

Óleo de Coco: quais os cuidados que devemos ter ao usá-lo

Sabemos que os óleos têm funções que podem ajudar a manter a nossa pele e cabelos hidratados e que também adicionam um toque a mais na culinária, trazendo o melhor dos seus nutrientes para a nossa mesa e deixando a nossa alimentação mais saudável. Mas será que todos os óleos exercem a mesma função e são benéficos para a nossa saúde? Vamos ver hoje um pouco sobre o óleo de coco, que virou sensação entre as mulheres,  e os cuidados que devemos ter ao fazer uso desse óleo. 

Tenho acompanhado um febre de óleos entre a mulherada. O queridinho no momento é o tão famoso óleo de coco. Muitas famosas, dentre elas a atriz Yasmin Brunet, já declarou seu gosto especial por esse óleo e já disse as várias formas que faz uso desse óleo. Realmente o óleo de coco tem função não só hidratante para o corpo e cabelo mas também traz diversos benefícios para a saúde. Dentre eles temos: 

  • Ajuda a aumentar o colesterol bom

  • Previne doenças cerebrais e cardiovasculares

  • Ajuda no sistema imunológico

  • Facilita a digestão

  • Ajuda na absorção dos nutrientes

  • Traz ácidos que são importantes para o organismo, como o ácido láurico (mesmo ácido encontrado no leite materno)

  • Ajuda a combater fungos

 Como hidratante para a pele e cabelos, o óleo de coco traz uma suavidade, deixando ambos mais saudáveis e não deixa de ser um tratamento vigoroso. 

Mas será que podemos consumir o óleo de coco sem medo? Apesar do óleo de coco ser benéfico em suas diversas formas de uso, vale lembrar que tudo que é exagerado vira algo prejudicial. Isso mesmo! O que anda acontecendo com frequência é o uso excessivo desse óleo com o objetivo de emagrecer. Simplesmente as pessoas consomem esse óleo e não fazem uma reeducação alimentar. O óleo de coco é uma gordura e como toda gordura não deixa de ser calórico. O uso em excesso pode trazer um acúmulo de energia, já que é um óleo com gordura saturada, e se não controlada, essa energia pode vir a trazer uma certa ansiedade para quem consome. Essa ansiedade, na parte da alimentação pode trazer um aumento no peso, o que pode fazer desse óleo algo maléfico para a saúde. Mas é claro que, se usado em quantidade adequada, é um grande aliado em várias áreas. Vale lembrar que é importante o consumo de outros óleos também, para que o nosso organismo tenha todos os nutrientes, já que os óleos não contém tudo que o nosso corpo precisa em apenas uma forma . O óleo de coco, por exemplo, não tem ômega, que se faz presente no azeite e que é importante para o nosso organismo.

Então fica a dica e vamos usar sim, mas com moderação!

Abraços e até breve!

Dayse Bruna