Literatura: A Casa das Orquídeas

Literatura: A Casa das Orquídeas

Olá leitores!

Hoje estou passando para falar um pouco do livro que ganhou minha atenção em Abril. Como vocês sabem, uma das minhas metas para 2016 é ler pelo menos 14 livros! Mas vamos ao que interessa? O livro se chama A Casa das Orquídeas (2012) e é da autora Lucinda Riley, uma irlandesa que começou a escrever aos 24 anos de idade. Este livro foi um bestseller e traz uma história comovente e ao mesmo tempo misteriosa. A autora trabalha muito bem entre dois cenários: a Inglaterra, onde ela explora muito bem a burguesia inglesa, e a Tailândia, onde parte da história acontece. Como personagens principais, temos a Julia, uma pianista renomada que tenta se reerguer de um trágico momento de sua vida e também o Kit Crawford, o homem que pode mudar a vida de Julia. Mas para que essa mudança aconteça, é necessária a intervenção do passado, onde eles revivem momentos importantes dentro da casa de Wharton Park, propriedade onde a  família Crawford viveu momentos de tensão após o romance proíbido entre Lídia (uma tailandesa) e Harry (herdeiro da família Crawford). 

 A autora consegue costurar muito bem o passado e o presente, e ainda traz um enredo interessante e muito bem escrito.

 Essa é uma das minhas sugestões de livros para vocês e espero que gostem!

 Até breve!

METAS PARA 2016? VÃO BEM, OBRIGADA!

METAS PARA 2016? VÃO BEM, OBRIGADA!

Oi gente!

Essa semana eu estava aqui organizando as minhas coisas do trabalho e refletindo sobre algo que achei um tanto interessante: nossas metas e objetivos que traçamos ao longo do ano. Como vocês podem ver, já estamos praticamente no meio do ano de 2016 e isso muito me assusta. No início do ano eu tracei algumas metas e dentre elas: ler 14 livros (dentre eles 3 em língua inglesa), dar aquele “up“ no inglês, queria conseguir um trabalho na minha área aqui em Londres (e Deus foi lindo comigo e eu consegui), queria concluir alguns estudos e peças para flauta que eu comecei a estudar no Brasil e etc. Você já parou pra pensar nas suas metas? Sim, aquelas que você colocou na listinha da virada do ano? Emagrecer, ter uma vida saudável, ser uma pessoa melhor, parar de fumar, ler mais, mudar de emprego, entrar para a faculdade, terminar aquele curso que parou, visitar um parente querido, fazer uma viagem dos sonhos ou aprender uma língua nova. Sim, essas metas ainda estão lá. Agora o que você fez ou está fazendo delas é a questão! Eu vou ser honesta com vocês e na boa, eu nunca tinha parado para fazer a tal listinha de desejos ou objetivos. Comecei esse ano a organizar as ideias e me senti melhor. Mas ao mesmo tempo, consigo ver claramente o tempo passar (e como passa rápido)! As minhas metas estão caminhando, penso nelas e vejo todas elas se tornando reais. Isso é o que me alimenta diariamente e não me deixa cair na comodidade. O interessante disso tudo é que as nossas metas podem mudar e isso não é ruim pois somos seres humanos e estamos sempre em construção. A nossa busca por algo melhor é infinita e deve ser mesmo. O nosso maior desafio é lutar contra a vontade de nos sabotarmos frente às nossas metas. Cuidado com isso! Não vale a pena passarmos uma vida inteira nos sabotando e fingindo que está tudo certo. A vida é apenas uma, daqui alguns anos não estaremos aqui e a nossa história será mais vazia do que planejamos.
Vamos rever os nossos objetivos? Está na hora!
Beijos e até breve 😉
Dayse Bruna
THE BLUSHED NUDES MAYBELLINE

THE BLUSHED NUDES MAYBELLINE

Paleta The Blushed Nudes – Maybelline

Olá leitores!!!

 
Hoje vamos falar um pouco da paleta de sombras da Maybelline que foi lançada ano passado nos Estados Unidos (aproximadamente em Abril de 2015). Chegou aqui em Londres há pouco tempo e já causou um certo “frisson” entre a mulherada aqui na Inglaterra. E quem não quer uma variedade de cores lindas gastando pouco?
 
A The Blushed Nudes da Maybelline traz 12 cores trabalhas nas tonalidades de rosa a marrom, acompanhada de um pincel com duas pontas. Apesar do estojo parecer metálico, é feito de plástico mesmo. Inicialmente, a sensação que se tem, é que essa paleta é uma espécie de “Naked 3 genérica“, já que as cores se assemelham bastante, mas tem um custo bem inferior do que a paleta da Urban Decay.
 
 Sobre a pigmentação, posso falar que não é das melhores. É uma paleta para você fazer uma make leve para trabalhar e pronto. Algumas cores tem até uma pigmentação legal, mas a maioria não tem uma pigmentação que fique por muito tempo e até mesmo eu senti uma certa dificuldade para passar o pincel em algumas cores. As opções de cores são realmente práticas. Dá pra fazer uma make leve, como foi dito anteriormente, e se souber trabalhar bem as tonalidades, dá pra fazer um look mais para a noite (três cores são mais escuras e dá pra combinar uma make mais dark). A maioria das cores são no aspecto cintilante e temos uma cor no matte.
 
Sobre o investimento, nos Estados Unidos a paleta está saindo a $11,99 dólares (na Walgreens) e aqui na Inglaterra eu comprei por £7,99 libras (em uma promoção da Boots online. O preço na loja física é £9,90 libras). Acredito que ainda não chegou ao Brasil.
 
 Conclusão: se você gosta de paletas com uma pigmentação maior, é uma usuária de maquiagem frequente, usa diversas marcas e conhece produtos importados melhores ou trabalha com make, acredito que vai achar a qualidade um pouco fraca. Pode ser que também não alcance um resultado esperado na finalização da sua maquiagem. Neste caso, vale a pena gastar um pouco mais e comprar a Naked 3. Agora se você não usa maquiagem sempre, não costuma carregar os olhos, gosta de algo mais leve nos olhos apenas para o dia, essa paleta é pra você. Acredito que compensa esse investimento para você ter cores que funcionam e tudo em uma só paleta.
 
Espero que esse review tenha ajudado vocês que queiram comprar a paleta por site ou por encomenda internacional.
 
 Beijos e até a próxima.
 
 Dayse Bruna
 
WOODY’S VEGETARIAN CAFE

WOODY’S VEGETARIAN CAFE

Woody’s Vegetarian Café
Pra quem não sabe eu e meu esposo somos vegetarianos e sempre buscamos diferentes opções de restaurantes e cafés para irmos aqui em Londres. A dica da semana, pra quem vier para Londres ou pra quem mora aqui na terra da rainha e curte um cardápio mais natural, é o Woody’s Vegetarian Café. O Woody’s é um pequeno restaurante vegetariano localizado em Hemel Hempstead, região um pouco afastada de Londres, perto do aeroporto Luton. O ambiente é bem rústico e aconchegante e tem uma vista muito graciosa. Bem perto tem um pequeno lago onde vários barcos ficam ancorados. O cardápio é bem variado e muito bem preparado com diversas opções.
 

O café fica de frente a uma espécie de “mini porto”, onde vários barcos ficam ancorados. Deixa o lugar com um charme a mais!

Pra quem vai ficar aqui por mais tempo e está disposto a experimentar um cardápio diferenciado, esta é uma boa opção.
 
Mais informações: www.woodyscafe.co.uk
 
Beijos e até breve!
 
Dayse Bruna
Adcos x Eua Thermale Avéne – Protetor Solar

Adcos x Eua Thermale Avéne – Protetor Solar

Adcos x Eua Thermale Avéne – Protetor Solar

Hoje vou falar um pouco sobre os protetores solares. Simmm! Eles são muito importantes para nos proteger do sol. Mas não é só isso né? Ultimamente os protetores solares também estão preocupados com a beleza feminina, e com isso, estão investindo muito em um conceito de proteção que traga não só uma segurança para a pele mas também algo a mais para contribuir para a nossa beleza.

Pensando nisso, eu, que uso protetor solar que nem uma louca, resolvi sair da minha caixinha de preferência (Adcos) e resolvi testar outra opção. Quando deixei o Brasil, meu Adcos já estava na metade e após 4 meses em Londres, eis que vejo o meu protetor solar tão desejado chegar ao fim. E vocês devem estar se perguntando: filtro solar em Londres? No inverno? Sim gente, eu uso protetor solar até pra usar o computador por causa da luz. Essa luz pode manchar a nossa pele. Então só me restava ir atrás de outras opções. Depois de ler muito e pesquisar fui até a Boots (farmácia britânica, muito famosa por aqui que vende muita coisa legal por um preço bacana) e comecei a testar algumas opções de protetor. Vi alguns da La Roche-Posay mas pra minha pele não rolou. Achei ele muito oleoso e achei o cheiro um pouco forte.

Depois de passar por algumas outras opções, vi esse da Eua Thermale Avéne, fator 50+, hipoalergênico (já que estou usando um ácido para a pele) e não comedogênico. Testei na farmácia mesmo e senti uma leve semelhança com o que eu uso da Adcos. Resolvi comprar e estou usando. Então resolvi fazer um breve review sobre os dois produtos para vocês.

1. Filtro Solar Adcos – Tonalizante (Na foto está como “bloqueador solar“ mas descobri que agora as empresas não estão mais usando o nome “bloqueador solar“ por causa de uma nova lei da ANVISA).

A cor que uso é a Peach e o fator de proteção é o 40. Gente, é realmente um filtro solar que resolve pra mim. O cheiro é muito bom (não tem cheiro de filtro solar e sim de um hidratante), não me deixa com espinha, deixa a pele com um aspecto mais mate e ainda não é aquele produto grudento, daqueles que se seu cabelo cair na cara ele fica . A textura é um pouco mais grossa do que aqueles filtros solares comuns, mas também  não é aquela textura tipo “pasta de dente” não rs. Além da opção em creme, a Adcos também tem a opção em pó, que é um filtro solar só que na versão pó mesmo. Se você tiver a oportunidade de experimentar antes, caso queira adquirir, é melhor, assim você testa antes e confere se na sua pele a textura e o cheiro lhe agrada.

dayse Hands 2No exemplo acima, coloquei uma pequena quantidade do produto e espalhei como faço normalmente. A cor deu muito certo pra mim e fica super natural no meu tom de pele.

2. Filtro Solar Eua Thermale Avéne – Creme Mineral (Paris)

Gente, eu resolvi comprar esse filtro solar porque achei que não ficou com aquele aspecto grudento (como os outros) e é o que mais se aproximou do meu favorito da Adcos. É um filtro solar que tem uma textura média (nem tão fina, nem tão grossa). Mas é um produto também que você não pode passar muito porque eu senti uma certa dificuldade para espalhar no rosto. Ele não tem uma tonalidade e as partes que você não conseguir espalhar vão ficar bem brancas (que é a cor do produto). Não achei o cheiro forte, apesar de ter um cheiro de filtro solar comum. Não achei que ressecou minha pele, apesar de ser um filtro solar desenvolvido para peles sensíveis e intolerantes a produtos com muita química e fragrâncias. Agora, se você está procurando um filtro solar que não sai na água por nada, é esse. Além de ter um fator de proteção alto, ele é classificado como “muito resistente a água“. E realmente ele é. Além desse filtro solar, a linha também conta com outras opções, como um pó fator 50 e também a famosa água termal, que virou uma febre entre as mulheres.

Dayse Hands

No exemplo acima, eu também coloquei apenas uma pequena quantidade do produto e já podemos ver que mesmo eu espalhando muito, ainda conseguimos ver o creme sobre a mão. O filtro solar também cria uma espécie de “barreira” e a água não penetra tão facilmente na pele. Eu considero esse filtro solar ideal para a praia ou piscina.

Vale a pena experimentar outras opções até encontrar algo que dê certo para a sua pele. Uma dica que eu dou é, sempre que puder EXPERIMENTE o filtro solar. Muitas vezes a textura, o cheiro e o tom da cor do filtro que você escolheu online pode não dar muito certo para o seu tipo de pele. Ninguém quer sair na rua com um tom errado da cor do filtro solar ou com um cheiro brigando com o perfume que você geralmente usa.

Beijos e até breve!

Dayse Bruna